O Triunfo dos Porcos é uma distopia de George Orwell que nos fala da revolução dos animais e da conquista do poder por parte dos porcos.

O Triunfo dos Porcos

Tinha bastante curiosidade pela leitura deste livro. O livro é uma alegoria à ascensão ao poder por parte do Estaline e a consequente subversão dos ideias revolucionários.

Este livro conta a história de uma quinta com diferentes animais, onde o ansião dos animais (um porco) organiza uma reunião para expor as suas ideias face aquilo que ele considera essencial que aconteça – uma revolta para com os humanos que têm sido uns ingratos com todos os animais.

Após a morte deste ansião todos os animais revoltam-se contra os donos expulsando-os da quinta e assumem o poder e as lidas da quinta. Inicialmente tudo corre muito bem, criam leis igualitárias para todos os animais e todos colaboram com o trabalho da quinta.

Só que as coisas não correm como pretendido e surge a necessidade de assumirem um líder para a quinta. Os candidatos são dois dos porcos, o Snowball e o Napoleão.

O Snowball é-nos apresentado como um porco progressista que considera que todos os animais devem aprender novas formas de trabalho para que a vida na quinta possa sobreviver. Quanto ao Napoleão considera que os animais devem aprender a lutar e a disparar armas para que a quinta consiga agir face a uma possível investida por parte dos humanos.

Inicialmente os animais tendem a preferir as ideias de Snowball e Napoleão monta um esquema para afastar Snowball da quinta e assumir sozinho o poder.

Assim sendo, Napoleão torna-se o líder da quinta e as coisas começam a mudar. Os mandamentos que inicialmente defendiam a igualdade entre animais começam a ser adulterados para “Todos os animais são iguais, mas há animais mais iguais que outros”.

Não querendo revelar mais acerca do livro, tenho a dizer que, facilmente conseguimos corresponder cada personagem do livro aos responsáveis pela revolução russa. O porco ansião (Major) como sendo o Lenine, o Napoleão como sendo o Estaline e o Snowball como sendo o Trotski.

Achei uma história muito engraçada que me deu imenso prazer em ler. Pretendo ler mais obras desde autor pois o humor e a crítica está bem clara em cada página.

Boas leituras e boas reflexões!

Fátima Costa

Fátima Costa

Educadora Social, desportista por hobby e leitora por paixão.

Este é um espaço de partilha de opinião acerca das leituras que realizei e que tem como objetivo a estimulação da vossa leitura.

Fátima Costa

Os que mais gostei
Categorias
background-header

Clássica

Análise a Romances

background-header

Fantástica

Análise a Romances

background-header

Romance

Análise a Romances